sábado, 13 de abril de 2013

Minimização dos Efeitos da Radiação Ionizante

A radiação ionizante ocupa, atualmente, acentuado espaço em razão dos avanços tecnológicos em prol da humanidade, contribuindo com diagnósticos e terapêutica de algumas doenças.Porém os efeitos da radiação não podem ser considerados inócuos, a sua interação com os seres vivos pode levar a morte. Os riscos e os benefícios devem ser ponderados. A radiação é um risco e deve ser usada de acordo com os seus benefícios. 
A ionização implica em problemas de mutação genética durante a gestação, que nascem antes do período de nove meses ou com graves problemas de má formação

Efeitos da Radiação no Corpo de um Bebê
A minimização dos efeitos da radiação inicia pela avaliação de risco, o correto planejamento das atividades a serem desenvolvidas; utilização de instalações e de práticas corretas, de forma que diminua a magnitude das doses individuais; o número de pessoas expostas e a probabilidade de exposições acidentais. Os equipamentos de proteção devem ser utilizados por todos. Por outro lado o controle das doses nas pessoas deve considerar três fatores: 

1. Tempo, a dose recebida é proporcional ao tempo de exposição e à velocidade da dose; 

2. Distância, a intensidade da radiação decresce com o quadrado da distância; 

3. Blindagem; a espessura da blindagem depende do tipo de radiação, da atividade da fonte e da velocidade de dose aceitável após a blindagem. 

Monitorização da exposição
Este processo tem como objetivo garantir a menor exposição possível aos trabalhadores e garantir que os limites de dose não sejam superados. 

Tipos de Monitorização:
  • Pessoal:  Procura medir a dose recebida pelo trabalhador durante as suas atividades envolvendo radiação ionizante. As doses são determinadas pela utilização de um ou vários dosímetros que devem ser usados na posição que forneça uma medida representativa da exposição nas partes do corpo expostos à radiação. Quando trabalhador utiliza vários tipos de radiação, diferentes tipos de dosímetros devem ser utilizados:
  •  Monitorização da radiação externa
  • Monitorização da contaminação interna


De área: Tem por objetivo avaliar das condições de trabalho e verificar se há presença radioativa. Os resultados das medidas efetuadas com os monitores da área devem ser comparados com os limites primários ou derivados, a fim de se tomar ações para garantir a proteção necessária.
Efeitos nocivos da radiação




Foi comprovado que a radiação provoca alteração no núcleo das células do corpo humano, causando efeitos diversos e até a morte. De acordo com os diferentes níveis de absorção do organismo a pessoa pode apresentar enfraquecimento, náuseas, vômitos, depressão da função medular, ou seja, os glóbulos vermelhos e brancos são destruídos pelas partículas radioativas a radiação atinge o sistema gastrointestinal, provando diarreia, vômitos e até hemorragias. Pode causar insuficiência respiratória aguda e dificuldades respiratórias.Em quantidades maiores, a radiação leva a pessoa ao coma e até a morte através da destruição das células do sistema nervoso central.

Foi comprovado que os Efeitos da Radiação são mais agressivos em crianças
"É importante discernir os conhecimentos sobre materiais radioativos para que a falta de informação não seja a principal causa de acidentes, levando prejuízos drásticos para a sociedade."





Nenhum comentário:

Postar um comentário